V Feira de Ciências do CESE tem grande adesão da comunidade escolar

Evento realizado no sábado (14) promoveu a interação com a comunidade e possibilitou a troca de conhecimento entre as diferentes gerações envolvidas com o trabalho

V Feira de Ciências do CESE tem grande adesão da comunidade escolar

Com o objetivo de estimular a curiosidade, criatividade e autonomia dos alunos, o Colégio CESE realizou neste sábado (14) a V Feira de Ciências da instituição. A atividade escolar é um evento anual e tem como proposta envolver todo o corpo escolar e familiares das crianças em um dia de aprendizado e diversão.

“A Feira de Ciências é um projeto e como tal exige que o aluno pesquise sobre um determinado tema. Com isso, ele aprende muito mais do que os conteúdos propostos em sala de aula.  É um trabalho em equipe, envolvendo toda família e a escola. O projeto será finalizado com a mostra anual dos trabalhos feitos pelos alunos, valorizando assim o material desenvolvido por cada um”, explica a diretora do CESE, Fernanda Domingues 

Cada turma abordou um tema para ser introduzido e desenvolvido em sala de aula. O conteúdo trabalhado pelos professores extrapolou os limites da sala de aula e possibilitou que os familiares participassem do rendimento escolar das crianças. O projeto se estendeu desde o Maternal ao 6º ano do Ensino Fundamental II. Os alunos têm idades entre 2 a 12 anos.

O trabalho foi desenvolvido ao longo dos meses de julho, agosto e início de setembro. Abordando temáticas como o “Sistema Solar”, “Cultura Egípcia”, “Estações Climáticas”, “Cores” e “Natureza”, a feira tem como maior benefício promover a interação com a comunidade e troca de conhecimento entre diferentes gerações.

O senhor José Pinto é avô de dois estudantes do Colégio CESE e mostrou-se bastante orgulhoso do trabalho realizado pelos netos.

O conteúdo continua após o anúncio

“A gente se sente envaidecido de ter um evento com uma estrutura dessas na região. No meu tempo de escola, não tínhamos tanta coisa legal, tanta valorização de culturas. Achei muito importante todo o trabalho, os professores muito abertos ao diálogo”, José Pinto, avô de aluno.

José Pinto prestigiou o trabalho dos netos

“É gratificante chegar ao fim da feira e ver que todo mundo correspondeu, entendeu e estudou o tema. Nós somos novas pessoas agora, aprendemos bastante. Foi um aprendizado e tanto pra gente como professora, quanto para os alunos e familiares, que se envolveram bastante”, destaca Alini Brito Ferreira, professora do primeiro período.

A professora Aline Brito Ferreira

Mãe de uma estudante de seis anos, Janaína Ávila comentou com entusiasmo sobre a importância dos projetos interdisciplinares para reforçar os laços entre família e corpo estudantil. 

“Eu me encanto como esse trabalho nos aproxima dos nossos filhos. É surpreendente o quanto eles aprendem mais e como é importante o nosso auxílio nas pesquisas”, disse Janaína Ávila, mãe de aluna. 

Janaína e sua filha Marina, de 6 anos

“A feira está muito linda. É muito clara a variedade de temas. Conseguimos perceber que os trabalhos foram realmente feitos pelas crianças. Elas mesmo estão apresentando o projeto”, relata Janaína, mãe de aluna.

Confira os registros do trabalho desenvolvido pelos alunos para a feira:

MAIS NOTÍCIAS