Variante indiana: Juiz de Fora investiga primeiro caso suspeito da cepa

Prefeitura apura cepa do coronavírus em paciente que chegou da Índia e testou positivo para a Covid

Variante indiana: Juiz de Fora investiga primeiro caso suspeito da cepa
Foto: Reprodução / Internet

Juiz de Fora pode ser a primeira cidade mineira a confirmar a infecção de um paciente pela variante indiana do coronavírus. A Prefeitura anunciou, nessa terça-feira (25), que está investigando um paciente que foi para a Índia recentemente e testou positivo para a Covid-19.

Por nota, a assessoria de imprensa da cidade informou que o paciente trabalhou, recentemente, embarcado em um navio na Índia. De acordo com a nota, o Departamento de Vigilância Epidemiológica do Município está monitorando o caso de perto. A prefeitura não deu detalhes sobre a idade do paciente e seu estado de saúde.

Variante indiana

No Brasil, também são investigados casos da variante indiana no Pará, Ceará, Rio de Janeiro e Distrito Federal. O Maranhão tem casos confirmados já que os primeiros infectados chegaram no país a bordo de um navio cargueiro vindo da África e para São Luiz.

No último dia 10, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a variante como digna de uma “preocupação global”. Pelo menos 44 países registraram contaminações pelo mundo. A variante indiana tem mutações mais contagiosas que a cepa tradicional do coronavírus e pode trazer lesões pulmonares graves.

Na Índia, onde a linhagem do coronavírus B1.617 foi identificada, 26 milhões de pessoas foram infectadas e cerca de 57 mil pessoas morreram de Covid-19. O país é o terceiro a superar a marca de 300 mil óbitos na pandemia.

Primeiros casos

O paciente que testou positivo, pela primeira vez, com a variante indiana está internado em São Luís, capital do Maranhão. O homem, nascido na Índia, apresentou piora e precisou ser intubado. Ele é um dos tripulantes do navio MV Shandong da Zhi, que está na área de fundeio, em alto mar, e não atracou no porto de São Luís.

Outros dois tripulantes do navio chegaram a ser internados com sintomas da Covid-19, mas dois tiveram alta e retornaram à embarcação. Segundo a Secretaria de Saúde São Luiz, dos 23 tripulantes embarcados no MV Shandong da Zhi, 15 testaram positivo para a Covid-19, mas estão assintomáticos e seguem em quarentena no próprio navio, isolados em cabines individuais.

MAIS NOTÍCIAS