Amigos morrem afogados após um deles tentar selfie em cachoeira na Serra do Cipó

Dois homens morreram afogados no último domingo (14) na Cachoeira da Farofa, um dos pontos mais visitados na Serra do Cipó. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, uma das vítimas, de 27 anos, escorregou ao tentar fazer uma selfie próximo à queda d’água. Para tentar salvar o amigo, o outro rapaz, de 26 anos, se […]

Amigos morrem afogados após um deles tentar selfie em cachoeira na Serra do Cipó
na Serra do Cipó – Foto: Divulgação

Dois homens morreram afogados no último domingo (14) na Cachoeira da Farofa, um dos pontos mais visitados na Serra do Cipó. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, uma das vítimas, de 27 anos, escorregou ao tentar fazer uma selfie próximo à queda d’água. Para tentar salvar o amigo, o outro rapaz, de 26 anos, se atirou no poço, mas ambos não conseguiram voltar à superfície.

Além da dupla, outro amigo estava na cachoeira no momento do acidente. Ele contou aos bombeiros que nunca tinham ido à Serra do Cipó e que o rapaz que tentou salvar o primeiro homem que caiu na água estava desesperado. O poço onde as vítimas se afogaram tem cerca de cinco metros de profundidade.

Os corpos dos dois amigos só foram encontrados no dia seguinte pelo Corpo de Bombeiros. A operação durou cerca de 30 minutos. Depois, familiares reconheceram as vítimas.

O subtenente Wellington Alexandre Silva, do Corpo de Bombeiros, alertou para os riscos em rios e cachoeiras, especialmente quando as pessoas não conhecem os locais que estão visitando.

“Nunca entre em rios ou cachoeiras que não tenham salva-vidas e que você não conheça a profundidade do local. Esse caso foi uma fatalidade, mas se os jovens soubessem a profundidade do poço não teriam se aproximado. Quatro metros de profundidade para quem não sabe nadar bem é muito perigoso”, disse o bombeiro, em entrevista ao jornal O Tempo.