Bernardo Mucida e Nozinho não se elegem para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Dois dos principais candidatos que disputavam votos para deputado estadual em Itabira, Bernardo Mucida (PSB) e Raimundo Nonato Barcelos “Nozinho” (PDT) não conseguiram a eleição. Ambos passaram perto do objetivo, mas faltaram votos para conseguir uma das vagas em suas respectivas coligações. Com 99,99% das urnas de Minas Gerais apuradas, Bernardo Mucida obteve 34.797 votos. […]

Bernardo Mucida e Nozinho não se elegem para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais
Mucida e Nozinho não se elegeram deputado – Foto: Divulgação

Dois dos principais candidatos que disputavam votos para deputado estadual em Itabira, Bernardo Mucida (PSB) e Raimundo Nonato Barcelos “Nozinho” (PDT) não conseguiram a eleição. Ambos passaram perto do objetivo, mas faltaram votos para conseguir uma das vagas em suas respectivas coligações.

Com 99,99% das urnas de Minas Gerais apuradas, Bernardo Mucida obteve 34.797 votos. Ele é o primeiro suplente de sua coligação, que reúne PT, PR e PSB. O ex-vereador de Itabira terminou com 657 votos a menos que o último eleito do grupo, Betão, do PT.

Já Nozinho é o terceiro suplente de sua coligação. O deputado, que tentava a reeleição, obteve 40.645 votos, 15 mil a menos que em 2014, quando venceu a disputa para a ALMG. Para o pedetista faltou uma diferença de 1.907 votos em relação a Inácio Franco (PV), último eleito na coligação PDT/PRB/PV/MDB/PODE.

Disputa local

Em Itabira, Bernardo Mucida foi o deputado estadual mais bem votado. Ele obteve 24.996 votos, ou 43,24% dos votos válidos. Nozinho ficou em segundo lugar, com 7.563 votos (13,08%).

Outra candidata itabirana que disputava votos para deputado estadual, Camila Sgarbi (PROS) teve 885 votos, 615 deles em Itabira.

MAIS NOTÍCIAS