Bloco Altamente promete animar foliões de Itabira neste sábado

Bloco desfila pelas ruas da cidade pelo segundo ano consecutivo

Bloco Altamente promete animar foliões de Itabira neste sábado
Azul e laranja são as cores do Bloco Altamente – Foto: Mário Brito/Divulgação

As ruas de Itabira serão coloridas de azul e laranja neste sábado (15). O Bloco Altamente desfila pelo centro histórico da cidade e promete animar os foliões ao som da bartucada brasileira. A festa começa às 14h no Largo do Batistinha com a apresentação de convidados. Só mais tarde, às 16h, acontece o cortejo até o paredão da rua Tiradentes. Esse é o segundo ano do bloco que ganhou o coração dos itabiranos e dos apaixonados por música e sons.

“A gente está com uma expectativa gigantesca. Todo mundo muito ansioso. Parece que este ano é o primeiro que o bloco vai sair as ruas. A gente vem preparando o cortejo há três meses e tem muitos novatos. Nosso bloco cresceu e esse ano levaremos convidados para às ruas. A cada ano que passa a responsabilidade aumenta”, comenta o músico Juninho Ibituruna, que é curador e um dos idealizadores do Coletivo Altamente.

A primeira apresentação deste sábado será às 14h, com DJ set da Annda Sonora. Após, às 15h, o Trio Conceição assume o palco para colocar todo mundo para dançar com o seu aclamado forró pé de serra. Às 16h acontece o cortejo que sai do Largo do Batistinha e segue até o paredão, com participação especial da banda Euterpe Itabirana, e suas marchinhas carnavalescas. Em seguida, o paredão da Tiradentes estremece ao som do Bloco Altamente e seus convidados: Matheus Macávima (voz e violão), Saulo Carvalho (baixo) e Rubi Sampa (voz).

Haverá ainda a participação especial do bloco cênico Caretas pros caretas, que realizou oficina de confecção de máscaras de carnaval em janeiro, no Bar da Neide, especialmente para o desfile com o Bloco Altamente.

Outra novidade é que, durante a apresentação do bloco, haverá um momento só de músicas ao som dos pandeiros. Após, haverá uma homenagem a Maurício Tizumba, músico multi instrumentista.

O conteúdo continua após o anúncio
bloco altamente
Paradedão da rua Tiradentes ficou lotado em 2019 – Foto: Mário Brito/Divulgação

O Coletivo Altamente

O Bloco Altamente é um projeto criado pelo Coletivo Altamente, a partir de cursos ministrados por Juninho Ibituruna. Para 2020, o bloco traz em sua formação alguns integrantes remanescentes do ano passado. Bem como novos batuqueiros vindos de oficinas promovidas pela Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade (FCCDA) no fim de 2019.

A vontade de ensinar os ritmos afro-brasileiros e de carnavalizar nas ruas itabiranas é o que motiva Juninho Ibituruna. Foram mais de 20 aulas e ensaios, produzindo muito material sonoro e audiovisual. Novas ideias e projetos também vêm surgindo, como a Banda Bloco, que já estreou e tem recebido convites para tocar em eventos.

“Eu gosto de iniciantes porque eles vêm com uma energia ímpar. Gosto de pegar quem nunca tocou nada e em três meses colocar para tocar na rua”, contou o músico.

A vigilante Marcília Ferreira, 32 anos, é uma das integrantes novatas do Bloco Altamente. Vinda de uma família de músicos, ela nunca tinha tocado nenhum instrumento e, nas oficinas do bloco, se apaixonou pelo surdo.

“Eu estava passando em frente ao Centro Cultural, vi a propaganda e me inscrevi na hora. O primeiro instrumento que toquei foi o surdo. Eu adorei, foi apaixonante. Amor à primeira vista”, comentou Marcília Ferreira.

Na última quarta-feira (12) os integrantes do bloco se reuniram na quadra do Clube Real para o último ensaio. Confira um trecho do que rolou:

MAIS NOTÍCIAS