Boletim da Covid-19: cinco novas mortes confirmadas em Itabira

Município, agora, registra 278 mortes decorrentes do vírus

Boletim da Covid-19: cinco novas mortes confirmadas em Itabira
Foto: Tatiana Linhares / DeFato
O conteúdo continua após o anúncio


Nesta segunda-feira (19), o boletim epidemiológico diário, divulgado pela Prefeitura de Itabira, confirmou cinco novas mortes por Covid-19 na cidade. Os números não causam surpresa, já que eles refletem os casos ocorridos ao longo do fim de semana

Mesmo com a ampla divulgação de que Itabira havia passado por 24 horas sem registros de óbitos, no último sábado (17), vale ressaltar que eles não deixaram de acontecer.  Confira, abaixo, algumas das informações sobre as novas vítimas da Covid-19, listadas no boletim epidemiológico de hoje (19). Quatro delas foram registradas no Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC) e uma no Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD).

274ºóbito: sexo masculino, 63 anos, com comorbidades, internado no HMCC desde 30/03, óbito em 17/04 (sábado)
275ºóbito: sexo feminino, 67 anos, com comorbidades, internada no HMCC desde 02/04, óbito em 17/04 (sábado)
276ºóbito: sexo feminino, 54 anos, com comorbidades, internada no HMCC desde 29/03, óbito em 18/04 (domingo)
277ºóbito: sexo feminino, 65 anos, com comorbidades, internada no HMCC desde 30/03, óbito em 19/04 (hoje)
278ºóbito: sexo feminino, 85 anos, com comorbidades, internada no HNSD desde 09/04, óbito em 19/04 (hoje)

Com isso, a cidade chega a 278 mortes causadas pelo coronavírus desde o começo da pandemia, em março do ano passado. O número de infectados saltou dos 15.848 de ontem (18) para 15.890 hoje.

Um alento em meio a tantas notícias desoladoras é a diminuição na taxa de ocupação dos leitos de enfermaria que alcançou um respiro e está em 58%. Ainda assim, a ocupação dos leitos UTI ainda inspira cuidados já que continua com uma porcentagem alta, 97%.

Também consta no boletim que 14.702 pessoas se recuperaram e 884 seguem cumprindo isolamento domiciliar. Além disso, 48 pessoas estão hospitalizadas em enfermarias, 29 em UTI’s e sete tabiranos estão internados em outros municípios.

Para finalizar, nessa segunda-feira, pela primeiras vez desde janeiro, o Hospital Nossa Senhora das Dores informou que não há filas de esperas para transferências.

MAIS NOTÍCIAS