Programa financiado pelo governo alemão busca pesquisadores em todo mundo

Até as 9h do próximo dia 22 (horário de Brasília), a competição ‘Green Talents -International Forum for High Potentials in Sustainable Development‘, promovida pelo Ministério Federal da Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF), estará recebendo inscrições de jovens talentos da pesquisa em todo o mundo. O prêmio seleciona 25 jovens pesquisadores todos os anos, oriundos […]

Programa financiado pelo governo alemão busca pesquisadores em todo mundo
|

Até as 9h do próximo dia 22 (horário de Brasília), a competição ‘Green Talents -International Forum for High Potentials in Sustainable Development‘, promovida pelo Ministério Federal da Educação e Pesquisa da Alemanha (BMBF), estará recebendo inscrições de jovens talentos da pesquisa em todo o mundo.

O prêmio seleciona 25 jovens pesquisadores todos os anos, oriundos de vários países e disciplinas científicas, que são escolhidos pela capacidade inovadora de suas pesquisas, cujo objetivo é tornar a sociedade mais sustentável. Esta é a décima primeira edição do ‘Green Talents’. Desde a sua criação, em 2009, a premiação beneficiou 232 jovens pesquisadores e cientistas de 65 países, sendo 18 brasileiros. No ano passado, por exemplo, destacou-se na competição o pesquisador de Campo Grande (MS), Jamil Alexandre Ayach Anache, doutor em engenharia hidráulica e saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (USP), com projeto de pesquisa sobre monitoramento e modelagem hidrológica.

Intercâmbio

Podem se inscrever no certame estudantes de mestrado, doutorado e pós-doutorado, além de jovens profissionais com até três anos de experiência, cujos projetos sejam focados em desenvolvimento sustentável. Boas notas e domínio de inglês são requisitos que contam também para a escolha dos vencedores.

Além de trocarem experiência com outros projetos inovadores nas áreas de sustentabilidade e meio ambiente, os 25 ‘Green Talents’ selecionados terão a oportunidade de visitar instituições de pesquisa alemãs de ponta e apresentar seus trabalhos de maneira individual a especialistas de sua escolha, visando discutir oportunidades futuras de cooperação e pesquisa.

Os nomes dos vencedores serão publicados no site www.greentalents.de no início do Fórum de Ciência, previsto para meados de outubro.

Todos os premiados este ano têm a oportunidade de retornar à Alemanha em 2020 para uma estadia de pesquisa de até três meses, totalmente financiada em uma instituição de sua escolha. A estadia do pesquisador é financiada pelo Ministério Federal de Educação e Pesquisa da Alemanha, incluindo os voos de ida e volta da Alemanha, bem como um subsídio mensal que cobre todas as despesas referentes a alojamento, seguros, alimentação, transporte público.