Nova tecnologia 3D ajuda adulto que tem medo de dentista

Equipamento usa Inteligência Artificial para escanear os dentes dos pacientes em poucos cliques e permite tratamentos confortáveis – sem idas e vindas ao consultório

Nova tecnologia 3D ajuda adulto que tem medo de dentista

Pessoas com medo de dentista costumam fugir das consultas de rotina e, às vezes, chegam a ficar anos sem visitar um consultório odontológico. Uma pesquisa da British Dental Health Foundation – importante publicação britânica – estimou que 15% da população dos Estados Unidos – cerca de 30 a 40 milhões de pessoas – evita ir ao dentista por medo ou ansiedade. No Brasil não é diferente, afinal, muita gente afirma já ter fugido da “temida” cadeira do dentista.

Para solucionar esse probleminha comum, a tecnologia pode ser uma aliada. Um exemplo é o Primescan, criado pela Dentsply Sirona – maior empresa de tecnologia odontológica do mundo -, que acaba de chegar ao Brasil e promete revolucionar os tratamentos odontológicos: diminui o número de vezes que o paciente vai ao consultório para realizar um tratamento, aposenta as moldagens tradicionais – como as de gesso – que são desconfortáveis e sujeitas a distorções.

Inteligência Artificial: da restauração a cirurgia

Com a Inteligência Artificial do Primescan o paciente ganha uma sessão mais rápida, já que várias etapas do tratamento odontológico podem ser feitas em um único dia. Hoje – sem o uso da tecnologia -, a restauração de um dente pode ser concluída em até 3 sessões, já com o Primescan é possível realizar o tratamento em apenas uma consulta.

O conteúdo continua após o anúncio

A tecnologia ainda permite que o dentista faça o planejamento de tratamentos estéticos e até de cirurgias mais complexas em poucos cliques: o scanner intraoral do equipamento possibilita, por exemplo, uma moldagem completa da mandíbula em apenas três minutos. Para quem precisa de implantes, a novidade pode até produzir o dente do paciente em alguns minutos por meio de uma fresadora de última geração.

“Em um levantamento recente, descobrimos que 80% dos pacientes preferem ser escaneados, pois o processo é mais rápido e confortável, além de ser mais assertivo, pois os moldes tradicionais como os de gesso acabam sendo imprecisos e podem gerar idas e vindas ao consultório. Nossa ideia é facilitar esse processo”, comenta Rodrigo Canelhas, Vice-Presidente e Gerente Geral da Dentsply Sirona América Latina.

Serviços relacionados