Novas empresas vão gerar mais 200 vagas no distrito industrial de Itabira

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico de Itabira aprovou na manhã desta terça-feira (11) a concessão de área para instalação ou ampliação de novas empresas no distrito industrial. Ao final do processo, cerca de 200 vagas de emprego serão geradas. A aprovação pelo Conselho é uma das etapas finais para a implantação das novas unidades […]

Novas empresas vão gerar mais 200 vagas no distrito industrial de Itabira
empresários e políticos de Itabira

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico de Itabira aprovou na manhã desta terça-feira (11) a concessão de área para instalação ou ampliação de novas empresas no distrito industrial. Ao final do processo, cerca de 200 vagas de emprego serão geradas.

A aprovação pelo Conselho é uma das etapas finais para a implantação das novas unidades no local. Duas empresas –  Mafra Serviços e Construtora Vale Verde – são novas no local. Outras duas – Mundo do Ferro Velho e Usina Siderúrgica Atlas – são processos de expansão de unidades já em operação no distrito.

Todas elas participaram do edital 02/2019, publicado em 26 de abril, e já passaram pelas etapas de habilitação e avaliação técnica do plano de negócios.

As etapas ainda restantes são a juntada do parecer da Auditoria e Controladoria Interna e da Procuradoria Jurídica Municipal. Feito isso, e com a assinatura final do prefeito Ronaldo Magalhães, o contrato de concessão é formalizado e então as empresas poderão iniciar a fase de implantação, operação ou expansão, conforme cada caso.

Consolidação

O processo é coordenado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo de Itabira. Na avaliação do titular da Pasta, José Don Carlos Alves Santos, a consolidação do distrito industrial de Itabira é um importante passo para a diversificação econômica, a geração de emprego e renda e, ainda, o crescimento da arrecadação municipal.

O distrito industrial de Itabira tem atualmente 51 empresas, responsáveis pela geração de aproximadamente 3.000 postos de trabalho. “Nove destas empresas foram atraídas com o plano de revitalização implantado no início do ano passado, sendo uma destas em caráter de expansão” informou o secretário.

Don Carlos explica que, como há mais empresas interessadas em se instalar em Itabira, uma nova área já está sendo preparada para abrigar o segundo distrito industrial. “Primeiro nós precisamos consolidar esse nosso distrito para abrir as ofertas na nova área. A intenção do município é atrair empresas não apenas de outras partes de Minas, mas também de outros estados”, diz Don Carlos.

Visitas

Os conselheiros se reuniram na sede do grupo Nitronel/Petromul Indústria e Comércio, voltado para a fabricação de óleos emulsificantes, lubrificantes e explosivos.

De lá, o grupo saiu em comitiva para visitar o centro de distribuição das Lojas Dular, as instalações da Zeffs Criações e Comércio de Roupas e, ainda, a Cauê Comércio, Transportes e Serviços.

Além do secretário Don Carlos, que coordenou os trabalhos, a reunião contou ainda com as presenças dos secretários Fernando Muniz (Auditoria Interna e Controladoria) e Geraldo Rubens (Planejamento), secretário-adjunto Sérgio Amaral, da ouvidora da Câmara, Trícia Martins Negrão Martins da Costa, do empresário Arnaldo Ribeiro (representando a Acita), dos professores Henrique Carvalho (representando a Unifei) e Helvécio Brasil (superintendente da Funcesi), Mozart Alves (representando a Interassociação dos Amigos dos Bairros de Itabira), o assessor Martinho Francisco, o superintendente de Desenvolvimento Industrial, Joran Francisco de Souza, da gerente de serviços Nayara Brito e dos vereadores Rodrigo Diguerê e André Viana, que também são conselheiros.