LoL: Alternative sobre draft da FURIA ” É um aspecto que nós temos que trabalhar ainda”

Pelo meta atual, os atiradores estão encontrando dificuldades para conseguir um boa champion pool. Na partida contra o Flamengo eSports durante a quarta rodada do primeiro split do CBLoL 2020, João “Alternative” da FURIA Esports, não obteve um desempenho que desejava como carry da equipe, mas ajudou seus companheiros na vitória contra o rubro negro. O jogador admite que a equipe encontrou dificuldades […]

LoL: Alternative sobre draft da FURIA ” É um aspecto que nós temos que trabalhar ainda”

Pelo meta atual, os atiradores estão encontrando dificuldades para conseguir um boa champion pool. Na partida contra o Flamengo eSports durante a quarta rodada do primeiro split do CBLoL 2020, João “Alternative” da FURIA Esports, não obteve um desempenho que desejava como carry da equipe, mas ajudou seus companheiros na vitória contra o rubro negro. O jogador admite que a equipe encontrou dificuldades no early game da partida.  

“Realmente foi um early game complicado, porque nós sabíamos que eles iam jogar em volta do bot side deles e tinham um bom setup para jogar. Gragas era difícil para mim conseguir evitar todos os ganks e dives que eles fizeram. Mesmo assim, eu joguei mal e podia ter jogado melhor, mas acho que me mantive concentrado durante o jogo todo e acabamos por dar a volta” afirmou o jogo em entrevista para PlayTimes.  

Pensando em uma recuperação no mid game, o jogador afirmou que o grande diferencial para a vitória foi o Lucian de Anyyy ser o carry da partida “Foi sempre assim que nós pensamos no jogo, já sempre com o nosso ponto forte”.   

Ao questionar, se a FURIA não poderia ter feito um draft mais agressivo para ter uma condição de jogo mais rápida, o atirador admite que foi pensado no momento do early game. 

“É, nós realmente pensamos nisso e nosso early game não era assim tão fraco, tínhamos Jarvan e Nautilus com o Lucian, mas eles realmente jogaram muito bem o early game e conseguem criar vantagem mais que nós. É um aspecto que nós temos que trabalhar ainda,” avaliou.  

O conteúdo continua após o anúncio

Alternative afirma que a equipe da FURIA não está com o pensamento nos próximos adversários, e em si mesma durante a próxima semana. “Acho que não vamos pensar muito em especial nos nossos adversários, acho que vamos continuar a pensar em nós próprios e concentrarmos em nós. Sempre foi isso que nós pensamos, por isso que vamos continuar”.  

Estreia com pé direito 

Minerva é sempre conhecido pelas equipes do qual já atuou como o cara das call. Com o novato Sting estreando no CBLoL, Alternative explicou como foi a estreia do jogador pela FURIA.  

“Com Sting acho que nós jogamos mais em volta o possível do Jarvan dele. Ele não dá tantas calls como o Minerva, o Minerva fala mais. O Sting como é um jogador mais novinho, apesar de ser muito impulso não fala tanto, mas é isso, nós jogamos com o ponto forte do Sting que é com esse Jarvan dele e os picks fortes no early game. E com o Minerva nós jogamos mais com um jogo em volta do mapa e tentamos jogar com mais calma” finalizou.  

A FURIA vai encarar a Vivo Keyd no dia 8 de janeiro, enquanto no domingo (9) pega a INTZ no fechamento da semana três.