O que é Tesouro Selic? Vale a pena investir?

Ele é uma das opções mais simples de investimento disponíveis no mercado

O que é Tesouro Selic? Vale a pena investir?

O Tesouro Selic, antes chamado de LFT (Letras Financeiras do Tesouro), é um tipo de título público pertencente ao Tesouro Direto. Ele é uma das opções mais simples de investimento disponíveis no mercado. É possível investir no Tesouro Selic com apenas R$ 30, o que o caracteriza como um investimento bastante democrático. A seguir, confira mais características do Tesouro Selic e saiba avaliar melhor se é um investimento que condiz com o seu perfil de investidor ou não.

Taxa Selic Meta vs. Taxa Selic Over

Para entender como se dá a rentabilidade do Tesouro Selic é preciso, primeiro, compreender a diferença entre Taxa Selic Meta e Taxa Selic Over.

– Taxa SELIC Meta

Periodicamente, o COPOM (Comitê de Política Monetária) regula esta taxa, que é a principal taxa de juros da nossa Economia. Por sua vez, é a Taxa Selic Meta que regula todas as outras taxas. Quando a Meta sobe, o custo do dinheiro aumenta, os investimentos são desestimulados na Economia, refletindo sobre a geração de empregos e demais parâmetros econômicos. Quando a Taxa SELIC sofre alterações do governo, é à Taxa SELIC Meta que essas modificações estão relacionadas.

– Taxa SELIC Over

A palavra Over vem de Overnight. Antigamente, era um tipo de investimento que durava 1 dia, na época em que a inflação no Brasil era galopante. Atualmente, over é a média ponderada com duração de 01 dia das operações feitas no Sistema SELIC, em Títulos Públicos Federais. Então, quando as operações são feitas (lastreadas) com Títulos Públicos Federais como garantia, gera-se uma taxa; a Taxa Over.

Rentabilidade do Tesouro Selic

O Tesouro Selic rende 100% da Selic Meta que, hoje, está em 5,5%. Portanto, se a taxa básica de juros subir, a rentabilidade do título também sobe. Se a taxa de juros cair, a rentabilidade também cai. Mas o Tesouro Selic possui liquidez diária (é possível conferir a explicação de rentabilidade mais adiante). Portanto, a rentabilidade diária do Tesouro Selic rende de acordo com a Selic Over

A poupança também rende de acordo com a Taxa Selic A rentabilidade da poupança é de 70% da Selic Meta + a Taxa Referencial (TR). Como a Taxa Referencial, atualmente, está zerada, a poupança está rendendo 70% da Taxa Selic. Ou seja, cerca de 3,8% ao ano.

Imposto de Renda

O Tesouro Selic possui Imposto de Renda. Mas quem cuida do desconto deste imposto é o agente financeiro por meio do qual o investidor aplica o seu dinheiro. Portanto, o investidor não precisa se preocupar com a retenção desse imposto, pois ao resgatar o investimento, ele já virá com o imposto retido na fonte.

Além disso, o Imposto de Renda no Tesouro Selic segue a tabela regressiva do imposto. O que isso significa? Que quanto mais tempo o investidor deixar o dinheiro aplicado no Tesouro Selic, menos ele pagará de Imposto de Renda:

O conteúdo continua após o anúncio
  • Investimento aplicado durante 6 meses: 22,5% de imposto sobre o lucro;
  • Investimento aplicado entre 6 e 12 meses: 20% de imposto sobre o lucro;
  • Investimento aplicado entre 12 e 24 meses: 17,5% de imposto sobre o lucro;
  • Investimento aplicado durante mais de dois anos: alíquota mínima de 15% sobre o lucro

Risco do Tesouro Selic

O mercado financeiro é composto por quem precisa de dinheiro e por quem tem dinheiro para emprestar. Quando se investe na poupança, empresta-se dinheiro para o banco, por exemplo. Quando se investe em Tesouro Selic, empresta-se dinheiro para o governo.

Sim, o próprio governo precisa de dinheiro emprestado. Mas o governo é a única entidade que tem autonomia para emitir mais dinheiro, se preciso. Por isso, o governo é considerado o melhor pagador de empréstimos disponível no mercado financeiro. Assim, o risco do Tesouro Selic é um dos principais benefícios desse investimento.

Quais os tipos de riscos existentes?

Existem dois tipos principais de riscos em um investimento:

1 – Risco de crédito: quando a instituição para quem se emprestou dinheiro não consegue pagar o investidor por não possuir dinheiro.

2 – Risco de liquidez: quando o investidor não consegue resgatar com facilidade o dinheiro que ele tem aplicado.

Nos dois casos o risco do Tesouro Selic atualmente não é alto. Já foi falado sobre o governo ser um bom pagador de empréstimos e, para resgatar o dinheiro aplicado, basta solicitar o resgate, que o dinheiro estará disponível na conta do investidor entre o d+0 (dia zero) e d+1 (dia 01).

Os pontos principais do Tesouro Selic

Para repassar o que foi falado, o Tesouro Selic possui 3 pontos principais a serem avaliados:

1 – Rentabilidade – sendo ela 100% da Taxa Selic;

2 – Risco – considerado o menor do país;

3 – Liquidez – imediata.

Além disso, ele é um investimento democrático, que não exige um grande volume financeiro para investir. Assim, ele é recomendado para investidores conservadores que não querem correr grandes riscos. É interessante apenas que o investidor, antes de aplicar o dinheiro no Tesouro Selic, abra uma conta em uma corretora de investimentos. Afinal, como é um empréstimo feito ao governo e não ao banco, pode haver resistência do gerente para vender este tipo de investimento ao cliente, em vez de um CDB, por exemplo.

Serviços relacionados