Com Deivid e Dirceu, Cruzeiro quer estreitar laços para que ídolos contribuam no futebol

Presidente considera importante presença de atletas com história no clube.

Com Deivid e Dirceu, Cruzeiro quer estreitar laços para que ídolos contribuam no futebol

O Cruzeiro quer estreitar laços para que jogadores identificados com o clube contribuam no departamento de futebol. As principais nomeações feitas pelo presidente Sérgio Santos Rodrigues no primeiro mês de administração foram a do diretor técnico Deivid e a do coordenador de base Dirceu Lopes. “Todo mundo que contribui para a história do Cruzeiro a gente quer que faça parte”, disse o dirigente, em entrevista ao Superesportes.

O conteúdo continua após o anúncio

Deivid, de 40 anos, teve experiência anterior no Cruzeiro como treinador, no primeiro semestre de 2016, quando contabilizou quase 72% de aproveitamento – 11 vitórias, 5 empates e 2 derrotas -, mas com futebol fraco mesmo diante de adversários modestos no Campeonato Mineiro. O estopim para a sua demissão foi a eliminação na semifinal do estadual, diante do América, com um 0 a 0 de muita improdutividade no Mineirão.

Imagens – Após insucesso como técnico, Deivid inicia carreira de gestor no Cruzeiro

MAIS NOTÍCIAS