Covid-19: sexta-feira sem registro de mortes em Itabira

Por outro lado, 63 novos casos foram contabilizados pela Prefeitura Municipal

Covid-19: sexta-feira sem registro de mortes em Itabira
O Hospital Nossa Senhora das Dores, em Itabira. Foto: Acervo DeFato

Nesta sexta-feira (11), Itabira não registrou nenhuma morte por Covid-19. Com isso, o município segue com 344 vítimas da doença desde o ano passado. As últimas foram um homem, de 38 anos, e uma mulher, 54, notificados no boletim de ontem (10). Hoje foram registrados 63 novos casos positivos, o que faz com que o município chegue a 17.936 contaminados pelo temido coronavírus.

Outra informação que traz alívio se refere ao nível de ocupação dos leitos. Nesta sexta-feira, segundo o boletim epidemiológico da Prefeitura, houve uma queda na ocupação dos leitos UTI de 68% para 61%, Os de enfermaria não ficaram para trás e também caíram de 18% para 17%. Atualmente, são 35 pacientes internados com Covid-19 nos centro hospitalares da cidade. Além disso, dois itabiranos seguem hospitalizados em outros municípios.

Das 17.936 pessoas que contraíram o vírus em Itabira, 17.380 se recuperaram, enquanto 334 vieram a óbito e 197 cumprem isolamento domiciliar neste momento.

Onda verde

A partir deste sábado (12) de Dia dos Namorados, a microrregião de Itabira retornará à onda verde do programa Minas Consciente. A informação foi apurada pela reportagem da DeFato Online e deverá ser confirmada ainda hoje (11) pela Prefeitura Municipal. No entanto, a cidade deverá continuar seguindo as restrições da onda amarela, onde se encontra atualmente. O retorno à fase menos restritiva do programa estadual ocorre após exatos quatro meses.

É bom ressaltar que a macrorregião de Itabira está na onda vermelha e seguirá nela neste sábado. Ontem (10), o Comitê Extraordinário Covid-19 definiu ajustes para regras da onda vermelha com Cenário Assistencial e Epidemiológico Desfavorável, categoria criada na semana passada e que estabelece restrições mais rígidas dentro dessa mesma fase do Minas Consciente.

MAIS NOTÍCIAS