Cruzeiro diz que bloqueou bens de Wagner Pires na Justiça e ajuíza ação de R$ 6,8 milhões contra Itair Machado

Novo processo ainda envolve empresa do ex-vice de futebol e, novamente, o ex-presidente Wagner.

Cruzeiro diz que bloqueou bens de Wagner Pires na Justiça e ajuíza ação de R$ 6,8 milhões contra Itair Machado
O Cruzeiro conseguiu, como resultado inicial da ação que ajuizou na Justiça há cerca de duas semanas, o bloqueio de bens de Wagner Pires de Sá. O ex-presidente, que renunciou ao mandato em dezembro de 2019, foi processado pela gestão do atual mandatário, Sérgio Santos Rodrigues, por valores indevidos gastos com o cartão corporativo da Raposa.

O conteúdo continua após o anúncio

“Entramos com uma ação de ressarcimento contra o ex-presidente (Wagner Pires de Sá) por gasto indevido em cartão corporativo e, com muita satisfação, a gente informa que teve um retorno positivo, de determinação de bloqueio de bens. Estamos esperando um retorno, mas parece que já conseguiram pegar alguma coisa”, informou Sérgio Rodrigues durante live transmitida pelos canais oficiais do clube nesta sexta-feira.

Imagens – Wagner e Itair comandaram o Cruzeiro entre janeiro de 2018 e dezembro de 2019

MAIS NOTÍCIAS