Dom Joaquim retira barreiras sanitárias e decide usar recursos para testar população 

A decisão teve como base as deliberações feitas durante uma reunião com lideranças da microrregião de Guanhães e Ministério Público (MP)

Dom Joaquim retira barreiras sanitárias e decide usar recursos para testar população 
Foto: Barreira Sanitária em Dom Joaquim/ Secretaria de Saúde

A Prefeitura de Dom Joaquim decidiu retirar as barreiras sanitárias implantadas nos acessos à cidade. A determinação foi tomada nesta segunda-feira (1°) a partir das deliberações feitas durante uma reunião realizada na última semana entre o município, lideranças da microrregião de Guanhães e Ministério Público (MP). Conforme apresentado pelo o MP durante o encontro, foi constado que as barreiras sanitárias são inviáveis para o município, uma vez que apresentam alto custo e pouca efetividade.

Reunião realizada na última semana entre o município, lideranças da microrregião de Guanhães e Ministério Público (MP)

Dessa forma, foi decidido pelo grupo que os gastos com as estruturas sanitárias sejam revestidos em outras ações mais eficazes, como a testagem em massa da população. “É importante ressaltar, que o objetivo principal e inicial das barreiras era fazer um trabalho educativo e preventivo, além de realizar a triagem das pessoas que entram no município.  Assim, seria possível identificar casos suspeitos de Covid-19. Entretanto, visto que o cenário da doença está se espalhando por todo território, dificultando a identificação desses casos, o recurso financeiro investido nas barreiras será revertido em aquisição de testes rápidos e outras medidas que serão mais efetivas”, informou a Prefeitura.

O conteúdo continua após o anúncio

Outras decisões 

Também durante essa reunião, a Prefeitura de Dom Joaquim, levando em consideração a demografia do município, definiu que não será obrigatório o uso de máscaras nas ruas. O acessório só será obrigatório para os comerciantes e também dentro dos comércios. Nestes casos, quem não usar a máscara poderá ser punido. 

Ademais, a Prefeitura de Dom Joaquim se comprometeu a criar um protocolo de testagem, que contará com o apoio da empresa Anglo American. Esta vai entregar testes rápidos para serem realizados na população. “O público testado serão principalmente profissionais de saúde que trabalham na linha de frente. Além desses, serão selecionados alguns cidadãos de forma aleatória por amostragem para verificar a situação epidemiológica da cidade”, conforme apresenta a decisão.

 

MAIS NOTÍCIAS