Emissão da Carteira de Identidade continua restrita à casos emergênciais

O serviço de emissão de carteira de identidade foi retomado em boa parte do estado

Emissão da Carteira de Identidade continua restrita à casos emergênciais
Foto: Divulgação
O conteúdo continua após o anúncio

O serviço de emissão de carteira de identidade foi retomado em boa parte do estado. No entanto, Itabira, por ter regredido para a Onda Amarela, continua com os serviços restrito apenas para casos considerados de contingência.

Com a chegada do novo coronavírus, foram necessárias algumas adaptações. E com a emissão da carteira de identidade não foi diferente.  Interrompido no inicio da pandemia, o serviço aos poucos vem sendo recobrado nas cidades que fazem parte da Onda Verde do Programa Minas Consciente.

O conteúdo continua após o anúncio

Em Itabira, devido a regressão para Onda Amarela, as emissões continuam barradas tanto na Delegacia da Policia Civil, quanto na Câmara Municipal. Em ambas as unidades a exceção é apenas para os casos considerados emergenciais:

“O instituto de identificação determinou que enquanto não atingirmos a Onda verde, somente poderemos atender a casos de contingência, como: documentação para emprego, viagens emergenciais, consultas médicas e procedimentos hospitalares. Além dos casos em que as pessoas necessitem do RG, para solicitar auxílio emergencial”, explicou o Delegado da Polícia Civil de Itabira, Helton Cota Lopes.

Minas Consciente 

A nova formatação do programa Minas Consciente foi baseada nas informações fornecidas por diversas instituições e entidades de classe, com objetivo de auxiliar os municípios mineiros para que possam agir de maneira correta e responsável, mantendo os bons resultados apresentados pelo Estado na contenção da pandemia. O programa, criado pelas secretarias de Desenvolvimento Econômico (Sedese) e de Saúde (SES), estabelece critérios para a flexibilização das atividades na pandemia, a fim de levar a sociedade, pouco a pouco, à normalidade, por meio de um sistema de critérios e protocolos sanitários que garantam a segurança da população.

MAIS NOTÍCIAS