Enquanto Jurídico e Polícia Civil apuram, Werneck volta a trabalhar na Prefeitura de Monlevade

A Prefeitura justificou que apesar do retorno ao cargo, o processo interno segue conduzido pela Procuradoria Jurídica. Por parte da Polícia Civil, o caso segue em sigilo

Enquanto Jurídico e Polícia Civil apuram, Werneck volta a trabalhar na Prefeitura de Monlevade
Simone Carvalho segue posicionamento do prefeito de Itabira, Ronaldo Magalhães – Foto: Reprodução/Facebook

José Werneck, que é investigado tanto pela Polícia Civil quanto pela Procuradoria Jurídica da Prefeitura de João Monlevade, volta ao cargo de gerente do Posto de Saúde do bairro Novo Cruzeiro. Ele havia sido exonerado há três meses, mas a prefeita Simone Carvalho Moreira (PSDB) assinou portaria autorizando o seu retorno foi assinada em dezembro de 2019. Contudo, pouco depois estouraram denúncias feitas pelos radialistas Marileia Miranda e Chico Franco, da rádio Comunicativa FM, de que no referido posto vinha sendo feito tráfico de drogas, com venda e consumo de cocaína, e ainda, uso de remédios abortivos.

O conteúdo continua após o anúncio

A Prefeitura justificou que apesar do retorno ao cargo, o processo interno envolvendo Werneck segue conduzido pela Procuradoria Jurídica. Por parte da Polícia Civil, o caso segue em sigilo.

MAIS NOTÍCIAS