Interdição total: ponte do Rio Jequitinhonha, na CMG-367, é fechada

Departamento de Estradas e Rodagem informou que o fechamento é válido para veículos e pedestres

Interdição total: ponte do Rio Jequitinhonha, na CMG-367, é fechada
Foto: DER-MG

O Departamento de Estradas e Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) vai interditou totalmente a passagem de veículos e pedestres sobre a ponte do Rio Jequitinhonha. A interdição é na rodovia CMG-367, na altura do km 564, no trecho entre Couto de Magalhães de Minas e Diamantina, próximo ao distrito de Medanha. A ação começou neste sábado (22), às 8 horas.

Na tarde de quinta-feira (20), o DER-MG já havia proibido o tráfego de veículos pesados pela ponte. Porém, após reavaliação por uma equipe especializada em estruturas, o Departamento optou por fechar por completo o tráfego. O motivo da interdição é o deslocamento de um dos treze pilares que sustentam a estrutura.

Foto: DER-MG

A ponte foi construída em 1956 e tem uma extensão de 186 metros de comprimento, oito metros de largura e doze vãos. No momento, o local conta com sinalização emergencial e bloqueio físico para obstruir, sobretudo, a passagem de veículos pesados.

Uma série de faixas e avisos estão sendo colocados próximos aos pontos de desvios, alertando para a interdição. O DER-MG também enviou notas de esclarecimentos a veículos de comunicação e usou as redes sociais oficiais para informar a interdição.

CMG-367

A rodovia CMG-367 é o principal acesso entre o Vale do Jequitinhonha e Sul da Bahia com a capital mineira, Belo Horizonte. Quem precisar passar pelo trecho deve ficar atento aos desvios definidos pelo DER-MG.

Uma das indicações é seguir pela rodovia CMG-451, que vai para Olhos D’água e Bocaiúva; depois seguir pela rodovia BR-135 até Curvelo; e acessar a rodovia CMG-259 para Gouveia e Diamantina, ou vice-versa.

Para quem segue de Araçuaí para Belo Horizonte ou Brasília, a rota alternativa aumenta em 96 km. Já para quem vai para Diamantina o aumento é de 226 km.

Foto: DER-MG

MAIS NOTÍCIAS