Itaurb vai apresentar proposta para reintegrar rondantes demitidos

Até o momento, 49 rondantes foram restabelecidos, em funções diversas, por meio de liminar. A Itaurb pretende recontratar todos os 160 trabalhadores que foram demitidos

Itaurb vai apresentar proposta para reintegrar rondantes demitidos
Foto: Arquivo/DeFato
O conteúdo continua após o anúncio


Nesta terça-feira (11), a Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb) divulgou uma nota comunicando que apresentará, em audiência de conciliação na Justiça do Trabalho, que será realizada na sexta-feira (14), uma proposta para reintegrar os 160 funcionários demitidos pela administração municipal em 2019. Até o momento, 49 rondantes foram restabelecidos, em funções diversas, por meio de liminar.

De acordo com Danilo Alvarenga Freitas, diretor-presidente da Itaurb, o objetivo é devolver o emprego para essas pessoas, mesmo que não seja na função original de rondante. “Nossa proposta é reintegrar o pessoal, mas sem que a Itaurb tenha que pagar os valores indenizatórios, pois a empresa não dispõe deste recurso. Então, eles retornarão para quaisquer das funções disponíveis e nas mesmas condições salariais de quando foram desligados”, explicou.

De acordo com a nota, a Itaurb, desde janeiro, busca soluções para recuperar a empresa. Uma delas foi o diagnóstico do setor de vigilância patrimonial, substituído por vigilância eletrônica para justificar as demissões.

“Já comprovamos que a vigilância por meio eletrônico não é eficaz. Ações de vândalos em prédios públicos aumentaram. Por isso, criamos novos postos de trabalho e ampliamos o contrato com a Prefeitura de Itabira para reintegrar esses colaboradores. Além disso, a determinação do prefeito [Marco Antônio Lage, PSB] é devolver a dignidade para esses pais e mães de famílias”, finalizou Danilo Alvarenga.

* Com informações da assessoria de comunicação da Itaurb.

MAIS NOTÍCIAS