Jovem sofre tentativa de homicídio por se recusar a trabalhar para traficante em Monlevade

Segundo a vítima, sua morte foi encomendada por um traficante da região do bairro Cruzeiro Celeste, por recursar a oferta

Jovem sofre tentativa de homicídio por se recusar a trabalhar para traficante em Monlevade
PM aprendeu menor suspeito de ser o autor dos disparos

A recusa em trabalhar no tráfico de drogas teria sido o motivo para uma tentativa de homicídio que ocorreu na noite desta terça (24), em João Monlevade. A vítima, A. dos S. S., de 20 anos, levou dois tiros na perna direita. Segundo o rapaz, um menor foi o autor dos disparos e estava acompanhado de um comparsa. Ainda segundo A., sua morte foi encomendada por um traficante da região do Cruzeiro Celeste.

A Polícia Militar foi acionada ao Hospital Margarida após o rapaz dar entrada na casa de saúde. Segundo a vítima, ela estava acompanhada de dois amigos, conversando em uma esquina no bairro Cruzeiro Celeste, quando um dos rapazes avistou o menor, de 17 anos, com um comparsa. Em dado momento, o menor teria sacado a arma e efetuado seis disparos contra a vítima. Ele acertou dois. A. fugiu e permaneceu escondido, até ser socorrida ao hospital.

A vítima afirmou ter reconhecido o autor dos disparos e seu comparsa, um rapaz de 18 anos. Os dois trabalhariam no tráfico de drogas, chefiados por P. H. S. C., de 21 anos. Ainda segundo a vítima, este o teria ameaçado várias vezes, diante da recusa de trabalhar para ele no tráfico.

O conteúdo continua após o anúncio

Abordagem

Diante das informações, os policiais foram até a casa do menor suspeito da tentativa de homicídio. Ao perceberem a chegada dos militares, vários que estavam na casa tentaram fugir. O ponto já é conhecido pelos policiais, que monitoram a movimentação do tráfico. Um menor, irmão do suspeito da tentativa de assassinato foi apreendido no local, bem como outro rapaz. O suspeito de ser o autor dos disparos, foi preso enquanto estava na rua. Ele também tentou fugir, mas foi capturado pelos policiais.

Material apreendido

Dentro da casa dos menores foram encontrados dois pinos de cocaína e 10 pedras de crack. Já nos quintas das casas vizinhas, os militares localizaram três pinos de cocaína. Os suspeitos jogaram a droga pelo muro quando perceberam a presença da PM. Além disso foram contabilizados R$402,00 em dinheiro. Uma moto que estava na residência também foi apreendida. Na motocicleta também haviam drogas.

MAIS NOTÍCIAS