Minas sobe para 5º lugar em ranking de transparência no combate à COVID-19

Capital Belo Horizonte também apontou uma melhora; em maio, estava no 12º lugar e agora assume a 5ª posição

Minas sobe para 5º lugar em ranking de transparência no combate à COVID-19
Governador Romeu Zema comemorou registro do combate à Covid-19 em Minas – Foto: Divulgação/ Agência Minas

Minas Gerais aparece na quinta posição do ranking nacional de transparência no combate à COVID-19, divulgado, na manhã desta segunda-feira (29), pela ONG Transparência Internacional – Brasil (TI). Com 94,4 pontos, a transparência das contratações emergenciais em meio à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) foi classificada como “ótimo”, o melhor conceito do ranking.

O conteúdo continua após o anúncio

No último levantamento, disponibilizado em maio, Minas ocupava a 11ª colocação e a transparência era classificada apenas como “bom”. Agora, aparece atrás apenas dos estados do Espírito Santo, Ceará, Distrito Federal e Rondônia, mas está empatado com Goiás, na 5ª posição.

Ainda de acordo com o ranqueamento, Belo Horizonte também apontou uma melhora. Subiu do 12º lugar, na classificação “regular”, para a 5ª posição, com 87,4 pontos, na categoria “ótimo”.

MAIS NOTÍCIAS