Na ALMG, Bernardo Mucida cobra asfaltamento da estrada Carmo-Ipoema

A condição das estradas em Minas Gerais foi tema de diversos pronunciamentos de deputados na reunião da Assembleia Legislativa de quinta-feira (11)

Na ALMG, Bernardo Mucida cobra asfaltamento da estrada Carmo-Ipoema
Foto: Luiz Santana/ALMG

Em pronunciamento na reunião do plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na quinta-feira (11), o deputado Bernardo Mucida (PSB) cobrou do Governo do Estado solução para o asfaltamento da estrada entre os distritos de Senhora do Carmo e Ipoema, em Itabira.

Segundo ele, essa “obra vem sendo protelada, entra governo, sai governo”. Mucida defendeu que o trecho rodoviário é importante para a circulação de pessoas e produtos entre as áreas rurais, além de atender a cidade de Itambé do Mato Dentro.

O deputado estadual pelo PSB também pediu o asfaltamento das estradas do Peti, que liga as cidades de Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo; do Piçarrão, entre Santa Maria de Itabira e Nova Era; e o trecho entre Caeté e Barão de Cocais.

Para a realização dessas obras, Mucida solicitou o uso de recursos provenientes do acordo firmado entre o Governo de Minas Gerais e a Vale, referente a ressarcimento de danos decorrentes do rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho. Ele ressaltou que essas reivindicações estão “dentro do escopo do acordo com a Vale, uma vez que a região tem na mineração a sua principal fonte de renda e precisa de infraestrutura para se desenvolver”.

Outras cobranças

Os deputados Carlos Pimenta (PDT) e Tadeu Martins Leite (MDB) também fizeram apelos ao Governo do Estado pela melhoria de rodovias mineiras que estariam em condições precárias.

O deputado Carlos Pimenta ressaltou as “péssimas condições” de uma das vias que escoam a produção do Projeto Jaíba, a MG-401, num trecho de mais de 30 quilômetros entre Janaúba e Matias Cardoso, que estaria “praticamente interditado”.

O Jaíba é um dos maiores projetos de irrigação da América Latina. Em seu pronunciamento, Carlos Pimenta destacou números da produção agrícola local, como 300 mil toneladas de produtos ao ano, para consumo interno e também exportação. Assim, conforme destacou, a precariedade da rodovia coloca esse escoamento da produção sob risco.

O apelo por obras na MG-401 foi endossado pelo deputado Tadeu Martins Leite, que reivindicou “agilidade do governo na manutenção dessa rodovia tão importante”.

* Com informações da ALMG.

MAIS NOTÍCIAS