Novo horário para a sessão semanal da Câmara de Itabira: vereadores devem votar alteração na terça

O expediente transmitido em emissoras de rádio da cidade deve passar para as 18 horas

Novo horário para a sessão semanal da Câmara de Itabira: vereadores devem votar alteração na terça
Foto: Wesley Rodrigues/DeFato
O conteúdo continua após o anúncio


Na próxima terça-feira, 22, a Câmara de Vereadores de Itabira deve votar o projeto de resolução 01/21 que muda o horário das reuniões ordinárias, realizadas às terças-feiras, das 14h para as 18h. A proposta é do presidente da Casa, Weverton Leandro Santos Andrade “Vetão” (PSB). O projeto recebeu, inicialmente, ao menos dez assinaturas dos pares. Ainda nessa quinta-feira, 17, durante a reunião de comissões, outros apoios foram manifestados e a tendência é que a mudança tenha sinal verde de maneira unânime no plenário.

O projeto foi protocolado por Vetão ainda no início do ano. Ficou em compasso de espera aguardando um estudo dos impactos da medida. Nessa quinta-feira, o presidente informou que não haverá implicações financeiras significativas. Isso porque no que tange ao horário de trabalho dos servidores que dão assistência à reunião ordinária, esse poderá se flexionado nas terças-feiras, com o expediente iniciando à tarde.

Com as preocupações pelo findar da reunião ordinária, Vetão disse que o planejamento é se ater ao artigo 278 do regimento interno, que prevê duração de três horas e tinta minutos.

José Júlio Rodrigues, o “Júlio do Combem” (PP), havia apresentado emenda ao projeto alterando o horário das 18h para as 19h. O vereador consentiu por retirar a emenda modificativa. Segundo Vetão, com a reunião começando às 19h o funcionalismo da Casa incorreria no adicional noturno, elevando as despesas da Casa com pessoal.

Vetão lembrou que a sessão em horário noturno é mais acessível à população, haja vista que grande parte do público trabalha no horário atual e não pode acompanhar as deliberações do Legislativo. A seu ver, a proposta atende “ao clamor das ruas”.

“Realmente nós precisamos colocar em pauta e eu peço respeitosamente a todos os senhores vereadores, o apoio, o voto favorável. Como eu disse, em qualquer pesquisa que se faça, há essa necessidade, pedida pela população. Fica aqui o pedido de apoio aos senhores, para a gente fazer um novo tempo aqui na Câmara.”

Quanto ao conflito com A Voz do Brasil do governo federal, Vetão citou que as rádios de todo o país tiveram a regra flexionada: a retransmissão pode ocorrer entre 19h e 22h.

MAIS NOTÍCIAS