Trabalhadores da Vale aprovam reajuste salarial oferecido pela empresa

Cerca de 2098 pessoas participaram da votação

Trabalhadores da Vale aprovam reajuste salarial oferecido pela empresa
Foto: Sindicato Metabase/Divulgação

Foi realizada nos dias 18 e 19 de novembro, nas dependências da Vale S/A, a assembleia geral ordinária deliberativa do Acordo Coletivo do Trabalho, relativo a 2020 e 2021. Estiveram presentes trabalhadores da mineradora, representantes da empresa e membros do Sindicato Metabase, em Itabira. Foram votados reajustes nos valores salariais, cartão-alimentação, 13° crédito extra integral e manutenção das cláusulas já existentes. O acordo proposto pela Vale foi aceito por cerca de 95% dos seus trabalhadores.

Assim como nas negociações do Sindicato Metabase com a empresa Anglo American, esta assembleia foi feita no formato drive-in. Nesta configuração, os trabalhadores ouvem, dentro de um ônibus, as explicações da proposta feita pelos diretores e funcionários por meio de sistema de som.

Presidente do Sindicato, André Viana celebrou o acordo conquistado. “Durante nossa campanha em 2018, ressaltei a importância de não perder nenhum benefício, nenhum direito conquistado poderia sair das cláusulas do acordo coletivo e isto está sendo mantido. Em nossos encontros com os representantes da empresa, o primeiro tema discutido é sempre a manutenção destes benefícios. Acreditamos que os direitos conquistados contribuem não apenas para o trabalhador, mas de toda a sua família. Direitos garantidos, sempre” disse.

Vale
Foto: Sindicato Metabase/Divulgação

Foram aprovadas as seguintes propostas:

  • Reajuste salarial de 4,5%, inclusive nas cláusulas econômicas (despesas com tratamento de saúde, auxílio funeral, armação de óculos etc)
  • Reajuste no cartão alimentação, de R$760 para R$790 (média em 4%)
  • 13° crédito extra integral, já reajustado no cartão alimentação
  • Manutenção de todas as cláusulas já existentes.

Ao todo, participaram da assembleia 2098 trabalhadores da Vale. Destes, 2002 aprovaram o acordo (95,4%), 92 recusaram (4,38%) e quatro votaram em branco ou nulo (0,2%).

MAIS NOTÍCIAS