Urgente: criança itabirana, de dois anos, precisa de doação de sangue

Mãe faz apelo para que itabiranos ajudem nessa batalha

Urgente: criança itabirana, de dois anos, precisa de doação de sangue
Foto: Pixabay

Internada nesta terça-feira (24), no Hospital Vera Cruz, em Belo Horizonte, a criança itabirana Lorenzo Rodrigues Souza Ribeiro, que possui apenas dois anos, precisa, urgentemente, de doação de sangue. Os médicos ainda não diagnosticaram o que Lourenço tem. Sua família pede a ajuda de todos. É importante que no momento da doação sejam informados o nome da pessoa e o hospital. Vale ressaltar que poderá ser doado doado qualquer tipo sanguíneo. Além de ajudar Lorenzo, também poderá ajudar uma outra pessoa. 

Onde Doar?

Quem puder doar, favor ligar e agendar o horário. As doações podem ser feitas no Hemoservice que fica R. Ceará, 195 – Santa Efigênia, Belo Horizonte – MG. Os telefones para contato são: (31) 3218-1300/99871-1498 e os horários de funcionamento são de segunda a sexta de 7:30 às 13:00 e sábados de 7:30 às 12:30. . 

Os itabiranos que quiserem fazer a doação podem entrar em contato com Fernanda pelo telefone (31) 99962-0418 ou Rafael (31) 99790-1432. Eles são os responsáveis por organizar o transporte das pessoas para Belo Horizonte. Abaixo estão listados os requisitos básicos e alguns dos principais impedimentos temporários e definitivos para doação de sangue.

Requisitos básicos

  • » Estar em boas condições de saúde.

  • » Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, clique para ver documentos necessários e formulário de autorização).

  • » Pesar no mínimo 50kg.

  • » Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).

  • » Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).

  • » Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade ou cópia autenticada; Cartão de Identidade de Profissional Liberal; Carteira de Trabalho e Previdência Social; Carteira Nacional de Habilitação, digital ou física; RNE – Registro Nacional de Estrangeiro; Título de Eleitor Digital, desde que tenha a foto; e Passaporte brasileiro com filiação).

Principais impedimentos temporários

  • » Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.

  • » Gravidez.

  • » 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.

  • » Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).

  • » Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.

  • » Tatuagem, maquiagem definitiva e micropigmentação (sobrancelhas, lábios, etc.): aguardar 12 meses; se feitas em local adequado (seguro) e com todos os cuidados necessários (assepsia correta e material descartável), o prazo é de 6 meses.

  • · Candidatos que foram vacinados contra Covid-19 só podem doar:
    – 48 horas após cada dose (vacina Coronavac, da Sinovac/Butantan);
    – 7 dias após cada dose (vacina da Oxford/AstraZeneca/Fiocruz);
    – 7 dias após cada dose (vacina da Pfizer/BioNtec/Fosun Pharma);
    – 7 dias após cada dose (vacina da Janssen-Cilag);
    – 7 dias após cada dose (vacina Sputinik V, da Gamaleya National Center);
    – 48 horas após cada dose (vacina Covaxin, da Bharat Biotech); e
    – 7 dias após cada dose (vacina da Moderna/Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas).

Principais impedimentos definitivos

  • » Hepatite após os 11 anos de idade. *

  • » Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.

  • » Uso de drogas ilícitas injetáveis.

  • » Malária.
    » Mal de Parkinson.

  • * Hepatite após o 11º aniversário: Recusa Definitiva. Hepatite B ou C após ou antes dos 10 anos: Recusa definitiva. Hepatite por Medicamento: apto após a cura e avaliado clinicamente. Hepatite viral (A): após os 11 anos de idade, se trouxer o exame do diagnóstico da doença, será avaliado pelo médico da triagem.

 

MAIS NOTÍCIAS