Afastamento de Rogério Caboclo tem validade mundial, determina Fifa

Agora Caboclo está afastado provisoriamente de suas funções executivas no futebol tanto no Brasil quanto em todos os países com federações filiadas à entidade

Afastamento de Rogério Caboclo tem validade mundial, determina Fifa
Foto: Douglas Shineidr/AFP

A Fifa anunciou nesta segunda-feira (2) que a suspensão imposta pela Comissão de Ética da CBF ao presidente da entidade, Rogério Caboclo, tem validade mundial — ou seja, a partir de agora ele está afastado provisoriamente de suas funções executivas no futebol não apenas no Brasil, mas em todos os países com federações filiadas à entidade.

Acusado de assédios moral e sexual por uma funcionária da CBF, Rogério Caboclo foi suspenso provisoriamente por decisão da Comissão de Ética da entidade em 6 de junho. Um mês depois, o órgão ampliou a sanção por mais 60 dias. Desde então, a CBF é comandada por um dos vices, o coronel Antônio Carlos Nunes.

+ Que fase: Monlevadense conquista mais uma medalha no jiu-jitsu

Na última sexta-feira (30), o Comitê Disciplinar da Fifa se reuniu e decidiu validar a punição para âmbito mundial. De acordo com comunicado enviado nesta segunda pelo presidente do órgão, Jorge Palácio, “uma sanção imposta por uma associação ou confederação tem o mesmo efeito em cada associação da Fifa, em cada confederação e na própria Fifa”.

+ Seleção feminina de vôlei segue invicta e avança para as quartas de final

+ Atleticanos, ouçam o conselho de George Michael!

Desde que foi denunciado pela funcionária, Rogério Caboclo tem negado as acusações. Até o momento, o presidente afastado da CBF não se pronunciou sobre a a decisão da Fifa.

* Com Estadão Conteúdo.

MAIS NOTÍCIAS