Coronavírus: agora são 17 mortes registradas em Itabira

A vítima tinha 72 anos e estava internada no Hospital Nossa Senhora das Dores

Coronavírus: agora são 17 mortes registradas em Itabira
Leito específico para internação de pacientes com Covid-19 no HNSD – Foto: Thamires Lopes/DeFato
O conteúdo continua após o anúncio

No fim da tarde dessa terça-feira, 13 de novembro, a Prefeitura de Itabira confirmou a 17ª morte em decorrência do novo coronavírus (Covid-19). A vítima era uma mulher, de 72 anos, com comorbidades. A paciente estava internada no Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD).

Mais uma vez, não foram divulgadas informações complementares como a data de internação da paciente ou as comorbidades existentes.

Em nota oficial da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itabira, foi informado que “de acordo com determinação jurídica, a Secretaria Municipal de Saúde não pode divulgar dados que possibilitem a identificação do paciente”.

Boletim epidemiológico

Ainda de acordo com o boletim divulgado nessa terça-feira, Itabira tem 2.679 casos confirmados de Covid-19, até o momento. Desse total, 2.516 são considerados recuperados.

Nesse momento, 140 pessoas estão em isolamento domiciliar, seis estão hospitalizas e quatro estão internadas nos hospitais da cidade com suspeita da doença.

O conteúdo continua após o anúncio

Onda Amarela

Desde o dia 1 de outubro, Itabira voltou para a Onda Amarela no Programa Minas Consciente. Os principais fatores para o retrocesso foram o aumento de casos positivos do novo coronavírus (covid-19) e a taxa de ocupação nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), que elevaram a pontuação de Itabira.

A secretária de Saúde, Rosana Linhares, já havia alertado sobre isso recentemente. Ela atribuiu ao relaxamento do isolamento social e ao descuido com as medidas de prevenção parte dos motivos para o retrocesso.

Durante o último feriado, entre os dias 9 e 12 de outubro, por exemplo, equipes das secretarias de Saúde e Desenvolvimento Urbano fizeram barreiras sanitárias para impedir a entrada de visitantes nos distritos de Senhora do Carmo e Ipoema.

Destinos muito procurados nesses períodos, as localidades de Boa Vista e Serra dos Alves também tiveram o acesso restringido.

MAIS NOTÍCIAS