Dez detentos do Presídio de Monlevade testam positivo para Covid-19

Todos estão cumprindo quarentena em celas separadas

Dez detentos do Presídio de Monlevade testam positivo para Covid-19
Foto: Arquivo DeFato

O presídio de João Monlevade confirmou, nesta terça-feira (15), que 10 detentos que cumprem pena no local testaram positivo para Covid-19. De acordo com as informações do diretor do presídio, Melquiades Júnior, nenhum agente penitenciário foi confirmado com a doença.

Após os resultados positivos, os detentos foram realocados para cumprir a quarentena em celas separadas e isoladas. Ao todo, 12 testes sorológicos foram realizados. Apenas os presos que apresentaram sintomas da Covid-19 fizeram o exame.

De acordo com o diretor do presídio, é a primeira vez que testes foram realizados em detentos do presídio da cidade desde o início da pandemia. Atualmente, o presídio tem cerca de 200 detentos.

Ainda, segundo Melquiades Júnior, os presos são monitorados diariamente:

O conteúdo continua após o anúncio

Todos estão usando máscaras e cumprindo quarentena em celas separadas, conforme orientação da Vigilância Sanitária. Além deles, todos os outros presos e os agentes também utilizam máscaras e seguem orientações de prevenção “, destacou Melquiades.

Visitas

Além disso, Melquiades disse que não há previsão de retorno para as visitas presenciais dos familiares aos presos.”Somente através de cartas, ligações telefônicas e videoconferências até então”, pontuou. Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), 60 mil pessoas estão presas em Minas Gerais. Dessas, 677 testaram positivo para o coronavírus e cumpriram quarentena dentro das celas.

Agentes já foram infectados

Em matéria feita pela DeFato no dia 29 de julho,  seis agentes penitenciários de João Monlevade testaram positivo para o coronavírus e todos se recuperaram. Naquela data, nenhum preso ainda havia testado positivo.

MAIS NOTÍCIAS