O itabirano Bernardo Mucida vira deputado estadual

Com a eleição de Marília Campos (PT), em Contagem, ele deixa de ser suplente para assumir a cadeira na Assembleia Legislativa

O itabirano Bernardo Mucida vira deputado estadual
Foto: Reprodução Facebook

No começo da noite desse domingo (23), a deputada estadual Marilia Campos (PT) foi eleita prefeita de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Com o fim da apuração do segundo turno das eleições, ela poderá governar o município pela terceira vez.

Ela foi a chefe do executivo de Contagem em 2004 e 2008. Agora, com 147.768 votos (51,35%,), a petista derrotou o advogado Felipe Saliba (DEM), que teve 139.987 votos (48,65%, ).

Em seu perfil no Intagram, Bernardo Mucida comemorou a chance de se tornar deputado estadual. Em 2018, quando se candidatou ao cargo, Mucida obteve 34.797 votos. Confira o texto na íntegra:

“Sinto-me grato e honrado pela oportunidade de, em breve, assumir a missão de ser Deputado Estadual em Minas Gerais. Como deputado, vou trabalhar para resolver os graves e urgentes problemas das cidades mineradoras, lutando pela diversificação econômica dos municípios, especialmente da nossa região, que ainda são muito dependentes da mineração.

Nosso desafio é promover um diálogo maduro e responsável com as grandes empresas, como a Vale, e com prefeitos, vereadores, lideranças empresariais e da sociedade civil para conseguirmos aproveitar, de forma sustentável, a mineração que ainda nos resta e encontrar os melhores caminhos na promoção da diversificação econômica.

Siga as minhas redes sociais, acompanhe o meu trabalho. Vamos juntos lutar por uma Minas Gerais mais próspera e menos dependente da mineração!”

Eleitas pela primeira vez

Em Minas Gerais, mais duas mulheres conseguiram se eleger no segundo turno: Margarida Salomão (PT), em Juiz de Fora, e Elisa Araújo (Solidariedade), em Uberaba. Ambas são as primeiras mulheres a assumirem a cadeira de prefeitas nos dois municípios.

Margarida Salomão derrotou nas urnas Wilson Rezato, do PSB, com quem disputou o segundo turno das eleições. O resultado foi confirmado com 54,98% das urnas. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Margarida teve 144.529 votos (54,98%), ante 118.349 votos para Wilson, que representa 45,02%.

Já Elisa Araújo (Solidariedade) teve 85.990 votos, representando 57,36%. Esta é a primeira vez que ela ocupará um cargo público. A candidata derrotou Tony Carlos (PTB), que ficou em segundo lugar com 63.932 votos, representando 42,64% do total.

MAIS NOTÍCIAS