São Sebastião do Rio Preto sepulta neste domingo quatro vítimas de enchentes no rio Preto

Bombeiros trabalham na localidade de Rio Preto

Está marcado para o meio-dia deste domingo, 29 de março, no Cemitério de São Sebastião do Rio Preto, o sepultamento de quatro das cinco vítimas das enchentes que há três dias assolaram a zona rural do município. Um dos corpos, exatamente a mais nova, a crinça de 12 anos, até a noite deste sábado não tinha sido encontrado pelos bombeiros.
 
A cidade continua praticamente parada desde a noite da última quinta-feira, 25 de março, quando ocorreu a tragédia na localidade de Rio Preto, a 7 quilômetros da sede. Uma criança, duas adolescentes, uma jovem de 21 anos e um adulto de 38 foram arrastados por uma tromba d’água que desceu do Córrego Jardim e surpreendeu a todos os que chegavam de aulas na Escola Estadual Odilon Behrens, quando passavam numa ponte feita de manilha. Eram nove e cinco se salvaram. Geraldo da Silva Araújo se juntou às sobrinhas para socorrê-las e acabou se tornando a primeira das vítimas, segundo os sobreviventes.
 
A partir do recebimento do aviso do acidente, o Corpo de Bombeiros de Itabira começou a tomar providências para o resgate dos corpos. A operação dentro dos córregos Jardim e Barreiro e do rio Preto começou às 8 horas do dia seguinte, sexta-feira. Em seguida, chegaram reforços de Belo Horizonte e de cidades da região, Bombeiros e PMs. Os primeiros corpos encontrados foram de Geraldo da Silva Araújo e de Imária Marinho Ferreira, ambos no dia seguinte, no início da tarde. Neste sábado, de manhã, ocorreu o resgate de Alessandra dos Santos Silva Oliveira e Daniele Marinho Ferreira. Todos os corpos estavam em distância média de quatro a cinco quilômetros do local em que foram arrastados.
 
AÇÕES NO RIO PRETO
 
A pequena cidade, de 1.700 habitantes, uma das menores de Minas Gerais, tornou-se agitada nestes últimos dias. Viaturas dos Corpos de Bombeiros de Itabira e Belo Horizonte, equipes da Defesa Civil do Estado e policiais militares da região se integraram a populares que, embora advertidos, também entraram em trabalho incessante. Um helicóptero do Corpo de Bombeiros auxiliou nas primeiras buscas. Equipamentos diversos, de barcos motorizados a pequenas canoas do pessoal da região, continuam em ação.
 
Na tarde deste sábado, 23 bombeiros se movimentavam no rio Preto, sendo apenas um de Itabira – o 1º sargento Rui Bulhões – e o restante de Belo Horizonte, do 1º e 3º Batalhão de Bombeiros, sob o comando do Major Pedro Giovanni de Souza.
 
O prédio da Escola Municipal do Rio Preto, até este domingo, é o abrigo de vários familiares das vítimas, alguns que chegaram de cidades vizinhas. Uma cozinha foi montada provisoriamente, com grandes panelas, tachos e vasilhas, para o atendimento na alimentação dos bombeiros e desses familiares. Segundo Ana de Andrade Fernandes, auxiliar da Secretaria Municipal de Educação de São Sebastião do Rio Preto, cerca de 300 pessoas estão almoçando e jantando no local. A Prefeitura providenciou os alimentos e a Defesa Civil do Estado forneceu colchões.
 
Antes do entardecer, o padre Renato Martins Cruz celebrou culto e proferiu orações na capela da localidade na presença de familiares e amigos da vítimas. Suas palavras foram de consolo, principalmente aos pais, presentes, além de irmãos, tios, primos e avós das vítimas.
 
FICHAS DA VÍTIMAS
 
1. Nome: Geraldo da Silva Araújo
Estado Civil: Casado
Data nascimento: 13/05/1970 – 38 anos
Local de nascimento: Barreiro/São Sebastião do Rio Preto
Profissão: Lavrador
Pai: José Rosa de Araújo
Mãe: Virgínia Ferreira da Silva
 
 

2. Nome: Alessandra dos Santos Silva Oliveira

Estado Civil: Casada
Data nascimento: 13/08/1987 – 21 anos
Local de nascimento: Barreiro/São Sebastião do Rio Preto
Profissão: Doméstica
Pai: José Ferreira da Silva
Mãe: Marta dos Santos Silva
 

O conteúdo continua após o anúncio

3. Nome: Imária Marinho Ferreira

Estado Civil: Solteira
Data nascimento: 30/10/1990 – 18 anos
Local de nascimento: Passabém
Profissão: Estudante
Pai: José Antônio Ferreira Rosa
Mãe: Ana Maria Marinho Rosa
 

 

4. Nome: Daniele Marinho Ferreira
Estado Civil: Solteira
Data de nascimento: 06/01/1993 – 16 anos
Local do nascimento: Barreiro/São Sebastião do Rio Preto
Profissão: Estudante
Pai: José Antônio Ferreira Rosa
Mãe: Ana Maria Marinho Rosa
 

Uma criança de 12 anos. Corpo ainda não localizado.

MAIS NOTÍCIAS