Vereadores de Itabira defendem a reabertura das academias

Assunto foi discutido nesta terça-feira (23). Setor está com as portas fechadas há 83 dias

Vereadores de Itabira defendem a reabertura das academias
Foto: Thamires Lopes/DeFato

A reabertura das academias em Itabira foi pauta novamente de discussão na Câmara Municipal. Nesta terça-feira (23), o vereador Rodrigo Alexandre Assis Silva “Diguerê” (PTB) usou a tribuna para defender a reabertura do setor. Segundo o petebista, a classe está sendo prejudicada quase que unicamente. Há 83 dias as academias em Itabira estão de portas fechadas.

“Os casos estão aumentando, mas as academias estão fechadas há quase 100 dias. Então, não há como dizer que essa é uma responsabilidade das academias. São espaços que podem possibilitar um cuidado maior para a não propagação da Covid-19. Além do mais, é um espaço para o cuidado da saúde das pessoas”, ponderou o vereador.

O conteúdo continua após o anúncio

Rodrigo Diguerê lembrou que apesar de dar voz à classe, o Legislativo não possui participação na Comissão Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus. Quem também defendeu a reabertura das academias foi o vereador Ronaldo Meireles de Sena “Capoeira” (PSDB). Ele apresentou uma indicação pedindo ao prefeito Ronaldo Lage Magalhães (PTB) que reveja a situação dos empresários do setor.

“Queremos que o prefeito veja uma forma lítica de ajudar essas pessoas, seja com o aluguel ou recursos. Muitas academias já estão fechando por não ter recursos”, comentou Ronaldo Capoeira.

No dia 2 de junho, empresários do segmento foram à Câmara de Vereadores buscar apoio para que possam reabrir os estabelecimentos. O pedido se baseia no decreto federal que considera academias como serviços essenciais durante a pandemia do novo coronavírus. Os empresários se comprometeram a seguir medidas de segurança recomendadas pela Associação Brasileira de Academias (Acad).

Confira o posicionamento dos vereadores no vídeo a seguir:

MAIS NOTÍCIAS