Justiça suspende visitas após casos de tuberculose no presídio de Barão de Cocais

Uma determinação da Justiça suspendeu neste sábado, 11 de maio, a visitação de familiares no presídio de Barão de Cocais. A medida foi expedida após três internos terem sido diagnosticados com tuberculose. Familiares foram pegos de surpresa pela manhã com a suspensão das visitas. Foi necessária a presença do Comando de Operações Especiais (Cope) para […]

Justiça suspende visitas após casos de tuberculose no presídio de Barão de Cocais
Detentos foram diagnosticados com tuberculose em presídio de Barão de Cocais – Foto: Divulgação

Uma determinação da Justiça suspendeu neste sábado, 11 de maio, a visitação de familiares no presídio de Barão de Cocais. A medida foi expedida após três internos terem sido diagnosticados com tuberculose.

Familiares foram pegos de surpresa pela manhã com a suspensão das visitas. Foi necessária a presença do Comando de Operações Especiais (Cope) para reforçar a segurança.

“Hoje fomos fazer visita e fomos informados por agentes, que usavam máscaras, inclusive, que as visitas estão suspensas por causa de um surto de tuberculose no presídio”, afirmou a mulher de um detento em entrevista à Rádio Itatiaia.

A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) confirmou os casos e afirmou dos três detentos diagnosticados, dois deram entrada na unidade já infectados. Um deles, inclusive, já estava em tratamento.

Ainda segundo a Seap, de acordo com a direção do presídio, tão logo os presos apresentaram os sintomas, foram encaminhados para a rede pública de saúde para atendimento. De início, foram levados ao Hospital Municipal Waldemar das Dores, em Barão de Cocais. Um dos internos, porém, foi conduzido a Belo Horizonte e permanece internado no Hospital Júlia Kubitschek.

O conteúdo continua após o anúncio

A Seap acrescentou que, por meio da Subsecretaria de Humanização do Atendimento, está encaminhando todos os presos da unidade para realização de exames e os laudos serão encaminhados à Justiça.

A secretaria não informou a lotação do presídio.

Tuberculose

A tuberculose é uma doença infecciosa e contagiosa causada por uma bactéria que afeta principalmente os pulmões, mas também pode atingir outras partes do corpo. A doença é transmitida de pessoa para pessoa pelo ar, quando um doente tosse, espirra, canta ou fala mais alto. A tosse com duração de três ou mais semanas é um dos sintomas principais, acompanhada ou não de febre ao final da tarde, suor noturno e emagrecimento.

O tratamento é longo, tem reações adversas e o paciente precisa comparecer à unidade de saúde para o acompanhamento mensal – tanto para coleta de novos exames, quanto para avaliação do médico.  Seis meses é o protocolo para o tratamento, mas se tiver alguma intercorrência nesse período, o prazo pode se estender.

MAIS NOTÍCIAS