Multas aplicadas em Itabira somaram quase R$ 1 milhão em 2017

O valor, segundo a Prefeitura de Itabira, é revertido em melhorias no trânsito

Multas aplicadas em Itabira somaram quase R$ 1 milhão em 2017
Foto: Secom PMI

Conforme dados da Superintendência de Transportes e Trânsito de Itabira – Transita –, as multas aplicadas pelos agentes do departamento no ano passado somaram R$ 939.368,00. Essa quantia é resultado de 6.743 infrações registradas no trânsito local. Os dados foram apresentados nessa terça-feira, 4 de abril, pela diretora de Educação da Transita, Edvânia Fernandes, à Câmara de Vereadores.

As multas lavradas em 2017 caíram pelo menos 15% em relação a 2016 (8.015), e 24% em relação a 2015 (8.929). No entanto, a arrecadação subiu. O órgão público contabilizou R$ 735.118,00 em 2015 e R$ 803.060,00 em 2016. A justificativa da Transita está no reajuste do valor das infrações que ocorreu no período.  

O conteúdo continua após o anúncio

Entre as principais infrações registradas no ano passado, estiveram o uso do celular enquanto dirige (29%), estacionamento irregular (21%), não uso do cinto de segurança (9%) e avanço de sinal semafórico (6%).

Por sua vez, a venda total dos talões do estacionamento do rotativo somou R$ 323.628,75 em 2017. O município não tem dados das vendas feitas em 2015 e 2016, segundo a Transita, e inclusive questiona o caso judicialmente à gestão passada.

A Transita está subordinada à Secretaria Municipal de Obras, Transportes e Trânsito (SMOTT). O gestor da pasta, Ronaldo Lott, que também compareceu à Câmara, citou que o valor arrecadado nas infrações de trânsito é usado em campanhas educativas; treinamento e capacitação; sinalização horizontal e vertical; pagamento do convênio com a Polícia Militar; material gráfico; sistema de gestão de multas; modernização dos sitemas; aquisição de motos e veículos da Transita; e operação tapa-buraco.

Ronaldo Lott comentou destinação dos valores na Câmara. Foto: Wesley Rodrigues/DeFato

MAIS NOTÍCIAS