Santa Maria: deputados pedem prioridade em vacinação contra Covid-19

Deputados Bernardo Mucida e Léo Portela defendem que o Governo do Estado priorize a vacinação contra a Covid-19 das vítimas das chuvas em Minas Gerais

Santa Maria: deputados pedem prioridade em vacinação contra Covid-19
Foto: Luiz Santana/ALMG

No último final de semana, Minas Gerais foi atingida por fortes chuvas, que deixaram um rastro de destruição — com mortos, feridos e desabrigados. As tragédias que assolaram cidades como Santa Maria de Itabira, Abre Campo, Espera Feliz, dentre outras, motivaram discursos de solidariedade de deputados estaduais na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Na terça-feira (23), durante uma sessão plenária, o deputado Bernado Mucida (PSB) solicitou a realização de um minuto de silêncio em memória dessas vítimas, sobretudo das seis pessoas que perderam as suas vidas em soterramentos em Santa Maria de Itabira — cidade que foi devastada pelos temporais.

Mucida, ainda, cobrou do Governo de Minas Gerais apoio para a reconstrução da cidade, que teve imóveis, ruas, pontes e equipamentos públicos destruídos pelas águas e deslizamento de terras. “Infelizmente os danos foram muito grandes. É um município pequeno e que não tem condições de se reconstruir se não tiver esse apoio do Governo do Estado de Minas”, afirmou.

O deputado pelo PSB também solicitou que seja dada prioridade de vacinação contra a Covid-19 para as famílias que se encontram desalojadas e desabrigadas. “Infelizmente nós estamos com quase 130 famílias desalojadas, morando em uma escola, fazendo refeições juntos, dormindo juntos e, é óbvio que diante desta circunstância é muito maior o risco de transmissão dessa doença”, avaliou Bernardo Mucida.

Outros parlamentares também se manifestaram em relação aos danos causados pelas chuvas em cidades mineiras. Léo Portela (PL) também cobrou do Governo de Minas Gerais a prioridade de vacinação para as vítimas dos temporais.

“Eu creio que neste momento o Governo de Minas poderia agir com sensibilidade e dar preferência na vacinação à população de Santa Maria e à população de Espera Feliz e demais cidades da Zona da Mata que estão sofrendo com a tragédia das chuvas e estão sofrendo com a pandemia”, ressaltou Léo Portela.

Ele destacou que a situação das cidades e a destruição causada pelas chuvas aumentam as chances de contaminação pela doença. “Essas pessoas não têm como se proteger da pandemia, pois muitas perderam suas casas ou estão sem meios de locomoção; e em muitas cidades, todo o sistema de água foi contaminado, expondo ainda mais esses cidadãos”, disse Léo Portela.

MAIS NOTÍCIAS