Após perder tudo em tragédia, santa-mariense cria ‘vaquinha’ online

Em meio à pandemia, essa foi terceira grande perda na vida da moradora do bairro Cidade Nova, Helida Duarte. Em setembro ela perdeu a avó e em outubro a mãe.

Após perder tudo em tragédia, santa-mariense cria ‘vaquinha’ online
Foto: Arquivo pessoal
O conteúdo continua após o anúncio


No fim de semana, a cidade de Santa Maria de Itabira se viu diante de uma triste realidade. A destruição causada pelas fortes chuvas resultou em perdas, dor e uma cidade sob águas e barros. A tragédia, que tomou conta do município, mudou a história de muitas pessoas, como é o caso da moradora do bairro Cidade Nova, Helida Duarte Lage Ferreira.

Hélida e sua família, assim como muitos moradores de Santa Maria, foram pegos de surpresa. A garagem já havia sido destruída quando o pai dela gritou: “Vamos para a rua ou a gente vai morrer aqui”.

“Quando acordamos e vimos a água subindo, não imaginamos que a situação fosse tão grave. Nosso medo era o de morrer inundados, tanto que meus cunhados e meu namorado começaram a quebrar um muro para que a água escorresse. Foi quando o meu pai gritou e decidimos sair. Logo quando saímos, nós percebemos que a garagem já estava destruída”, contou Helida. 

Além das perdas, a noite da tragédia resultou em traumas. Em sua primeira noite de sono após o ocorrido, Helida percebeu que qualquer barulho era motivo de medo. Segundo ela, até um caminhão passando na rua a assusta. “O barulho que nos acordou foi muito forte e nos deixou apavorados, então qualquer barulho diferente nos assusta porque a gente acha que tem algo caindo”, desabafou.

O conteúdo continua após o anúncio

Emocionada, Helida conta que tem buscado forças em Deus. Em meio à pandemia, essa foi a sua terceira grande perda em menos de seis meses. Em setembro ela perdeu a avó e em outubro a mãe. 

“Nessas horas é somente Deus, porque é como se eu tivesse perdido o meu chão. Faz quatro meses que perdi a minha mãe e todas as lembranças que eu tinha dela estão soterradas agora”, emocionou.

A Vakinha

A chuva forte fez com que Helida e sua família perdessem tudo. Roupas e móveis se encontram debaixo do barro. Mas a todos aqueles que quiserem e puderem ajudar a santamariense a reconstruir essa história, há uma ‘vaquinha’ online, que pode ser acessada pelo link: (clique aqui). 

Também é possível ajudar a família através de doações. Há uma lista de coisas que os familiares mais precisam neste momento, como itens de higiene pessoal e outros. Veja a lista:

  • Panelas
  • Talheres
  • Copos
  • Pratos
  • Panos de prato
  • Jarra de suco e água
  • Vasilhas de plástico
  • Travesseiros
  • Fronhas
  • Colchões
  • Roupa de cama
  • Toalhas de banho
  • Cobertores
  • Tapete
  • Rodo
  • Vassouras
  • Baldes
  • Roupas
  • Matériais de limpeza em geral
  • Produtos de higiene pessoal em geral

<

MAIS NOTÍCIAS